segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Copa Paulista de Corrida de Montanha 2013 - 1ª etapa - Mairiporã

 1ª etapa - Mairiporã - 27/Jan/2013 - 12 Km - Percurso LONGO - Pico do olho d água.

..

============== Treinos  =================================
14Km - Asfalto/terra/grama, dois dias na semana.
Rampa duas vezes na semana.
Descobri que rampa esta melhorando minha respiração.
Pronto para os 12K em Mairiporã.

=========================================================


========= Viagem: largada as 8:00h em MAIRIPORÃ SP =============
Saímos de Piracicaba as 4:30h e as 7:10h estávamos no local.
Minha esposa(fotógrafa) desta vez foi junto.
De Piracicaba até o anel viário Mario Covas foi fácil.
Dali em diante tem uma estradinha tipo vicinal mas confusa e cheia de curvas e avisos 60Km/h, 40Km/h, 30Km/h...horrível.
Espero não ter tomada alguma multa ali.

=========================================================
Na fila para pegar o Kit encontrei o Roberto.
Tenho encontrado o Roberto em vários eventos e pensei que fosse Piracicabano.
Ele reside em São Paulo e comentou sobre as dificuldades que iriamos enfrentar no percurso.

Com a sacolinha em mãos fui ao banheiro.
Banheiro químico. Acho que deviam proibir esses banheiros.
Lembram as antigas fossas de fazenda.

Voltei ao carro trocar a roupa e lanchar.
Onde está o Chip ? e os alfinetes ?
Aprovei o novo Chip. Já vem colado no número.

Os alfinetes !!? Bom, graças ao Alexandre com o carro estacionado ao lado.
Cedeu um monte de alfinetes.
Corredor profissional é outra coisa.
Obrigado Alexandre inclusive por ajeitar o carro.
Assim pude tirar o meu da frente de uma placa proibindo estacionar.

Minha esposa foi procurar um ponto estratégico para tirar fotos e eu fiquei passeando e fotografando o local e as pessoas.

======== Largada as 8:00h para o LONGO (13,3Km )====
======== Largada as 8:05h para o CURTO (9,2 Km )====
O locutor explicou que os números com fundo branco largariam as 8:00h Ou seja os do percurso LONGO.

Eu estava nesse bloco e já procurei fotografar até a corneta tocar.
Corri para o fim da fila e vamo que vamo.
O dia estava maravilhoso céu nublado mas com nuvens claras.

Como sempre não aqueci e nem alonguei.
Espero que nenhum personal treiner leia isso porque é tudo o que eles não recomendam.
Mas hoje a corrida será subir morro e a velocidade será baixinha.

Após 200 metros entramos numa ponte e no final dela minha esposa fotografando.
..
...
...

               Eu na Largada e os retardatários que seguirão comigo..

 ...
 Vejam eu partindo todo limpinho, bonitinho, cheirosinho...rs.
Vejam os tênis: Limpinhos, lindos e coloridos.
Memorizem bem que no final vamos tentar comparar como eles ficam após a corrida.

========== Continuando a corrida ===========
Após a fotografa já enfrentamos o primeiro obstáculo.
Uma subidona no paralelepipedo ( uns 400 metros).
Devagar fui ultrapassando alguns que quase andavam.


Logo um orientador mostrando que todos deviam entrar no mato.
Entrei e um congestionamento. No meio do mato !!?? rs.



..         Abaixo: Obsevem eu sofrendo já com as mãos no barro..  Risos


foto da entrada no mato.
Subir ali só de gatinho.
Ou seja mãos no barro, segurando nos troncos ou no chão mesmo.

Foi ali que conheci dois corredores que seriam meus acompanhantes até o fim.
Ajuda um , ajuda outro. Ajudei a Manuela.
E tbém conversando com o Sr Rui.

Sofrendo e batendo papo...rs.
Era a quarta vez que o Sr Rui estava nessa corrida.
Mas a Manuela e Eu, novatos, primeira vez.

Quantos anos? Eu 67anos, Manuela 33 anos.
Sr Rui !!!??? Pasmem.  76 anos !!??

=======  continuando  =======
O Sr Rui mais experiente tocou em frente e todos sumiram na frente.
Resolvi seguir devagar. Aqueles barrancos altos forçavam muito meu joelho.
A Manuela resfriada mostrou desânimo e seguiu atrás de mim.





Será que somos os últimos ? Perguntou a Manuela.
Acho que não. Lembro de um casal que estavam quase andando.
Ou desistiram ou vinham atrás.
Corremos tbém em algumas trilhas planas ou quase planas.
As placas de Km iam aparecendo e comemoradas.

Saímos do mato e entramos numa rua de terra e aceleramos tudo que podia.
Surpresos fomos ultrapassando inclusive o Sr Rui.
Ele brincou e todos curtimos o encontro.


Mas a alegria durou pouco.
Descida no meio da trilha. Km 5 acho.
A velocidade ficou zero novamente e o Sr Rui mais experiente seguiu em frente.
Escorrega aqui escorrega ali.
A luta era não cair de vez.

Depois de muito barro saímos em outra estradinha e aceleramos.
Mas foi pouco porque o orientador parado mostrou o morro.

Olhando para cima deu desânimo.
Temos que subir por aqui !?
Vamo que vamo.
Aqui tenho fotos que mostram um pouco do que é ser aventureiro em corridas de montanha.
806 e 807 Esse casal foi disputando posições conosco. No fundo Manuela e Ana.
  Eu fotógrafo não sai em nenhuma. Tinha que ser rápido. Tirar a maquina do bolso, ligá-la, fotografar e correr na frente para não perder muito a posição...rs. Mãos imundas de barro.




Manuela e Sr Rui,
..

            Acabamos de chegar na parte mais alta do morro. Agora era só descer e descer.

O lugar é maravilhoso.
Todos cansados no limite.
O certo seria parar e ficar curtindo por alguns minutos
Mas o espirito de competição atinge até nós que estamos em último...rs.
Segurando em qualquer matinho outro tronco vamos subindo.

Próximo ao topo um fotógrafo captando nosso heroísmo.
Engraçado que ele pedia a todos dar uma corridinha...rs
Não sei se estava testando nossa resistência ou era para melhorar as fotos.

Agora no topo terreno plano todos tentamos correr.
Estávamos num grupinho de 6 corredores que as vezes sumiam na frente.
Restou Eu a Manuela e a Ana.
Quem sobe, sobe tem que descer e daqui para a frente seria todo tipo de descida possível.

Descendo na grama alta e muito barro.
Ali já passaram uns 300 atletas e deixaram a trilha um verdadeiro sabão..rs.
Cada um descia como podia.
A regra era não cair para não sujar a roupa.

Aleluia um posto de água e todos bebendo no gargalo.
Fiz o mesmo.
Já tínhamos passado por um posto de água mas ninguém curtiu água.
Mão suja e sem copo não bebi.
A Manuela trouxe sua mochila com água.
Estava no Km 9 e foi ótimo me hidratar.
Eu não sinto sede mas sei da necessidade.

========= continuando =========
Sempre descendo chegamos um uma rampa de cimento rugoso.
Pior piso para um corredor não existe.
Agride os joelhos, as panturrilhas e todo o pé.
Mas vamo que vamo.
Sempre uso os braços para amortecer as pancadas.
E recomendei a Ana e a Manuela fazer o mesmo.

Fim da rampa e entramos novamente na trilha.
Alcançamos o Sr Rui e ali ele sofreu.
Um lugar péssimo e os barbantes entrelaçando seus tênis.
Um córrego piorou a trilha.
Uma cerca de arame de uma residencia ao lado ajudou.
Cai mas consegui não sujar a bermuda.

Saímos do mato e outra rampa de cimento rugoso.
Descidas rendem mas sempre são perigosas.
Essa foi longa e parecia que nunca terminava.

Fim da louca descida e agora rua de paralelepipedo e terreno meio plano.
Coitado dos meus joelhos.
A Manuela acelerou e tive que acompanha-la.
A Ana sempre atrás. As vezes desanimava e as vezes grudava em nós.
Ultrapassamos um casal que trotando mostraram-se exaustos.


Após uns sobe e desce chegamos na última descida.
Entrando na ponte e ultrapassamos alguém ao sair da ponte.
Com o pórtico visível a Manuela acelerou tomando a dianteira.
Tentei segui-la ou chegar junto mas as pernas não deixaram.

Como sempre de braços aberto curtindo aquele momento passei pelo portal esperando algum fotógrafo captar.


                    Alegria geral e cumprimentos e mais cumprimentos.
 Essa foto mostra a alegria de uma dura vitória.
Tanto eu como a Manuela novatos nesse tipo de terreno.

Vamos a medalha, frutas e água e mais água.
Mãos sujas e nenhuma torneira.
Curti as frutas com as mãos sujas mesmo.
Logo lembrei que tinha que pegar a medalha.

Outra novidade. Ao pegar a medalha tive que devolver o número.

Obs: Esse número não é o meu.
 O CHIP fica colado no papel do número.

Joga-se o número com o Chip numa caixa que servirá para sorteio.

O organizador comentou: " Estão sobrando só 6 medalhas ".
Comentei: " Isso quer dizer que 6 corredores ainda estão por chegar ? "
Sim estão chegando a qualquer momento.

Risos.. Não fui o último.

Tirei a maquina do bolso e vamos as fotos.
Alexandre. Conheci na chegada. Atencioso e educado. - correu percurso CURTO.

Ana e Osmir
   Detalhe para nossos tênis...rs.

Sr Rui (76aninhos), Manuela e Osmir
  Observem os tênis..Sujos. O Sr Rui já começou a lavar.

Ana e amigos
......... Atenção para os tênis.  Puro barro..rs.
Sr Rui (76) Manuela e Osmir.

.
Haaa!!?? achei uma torneira.
Vejam que todos se lavam numa preciosa torneirinha do relógio de água.


Voltei ao carro para trocar de roupa.
O armazém onde estacionei estava semi-aberto e gentilmente o Sr deixou eu trocar as roupa e lavar melhor as mãos.
O Alexandre voltou ao seu carro e uma foto para recordação.
Alexandre e Osmir.


=========================================================
Adorei o passeio, Adorei o evento e
Adorei conhecer novos amigos.
Alexandre, Sr Rui, Manuela, Ana(acho), Camila..etc.
==========================================================
================= Resultado Oficial===================
         Acima:  Eu e a Manuela chegamos quase juntos: 2:23:02 minutos.
         >>>>>>  Atrás de nós chegaram 10 corredores <<<<<<<

            Abaixo: Masculino de 60 anos até 99 anos. Uffa consegui não chegar em último..risoss.
                                >>>>>  Essa Véiarada corre muito.  rs. <<<<<


======================================================================


Fim de festa 2:00h de casa. Vamos voltar.
Cansados revesamos um pouco ao dirigir.


Já em casa.
Um delicioso banho, lanchar e organizar as fotos.
....................................................................
......Minhas fotos clikar AQUI.

....fotos do evento no FaceBook.....clikar AQUI
...........................Resultados do evento ...Clikar AQUI
........................................... fotos do evento clikar AQUI.
...........................................................................................................................................
Para entender minhas peripécias clikar...CORREReBlogar.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
.......... Não esqueça de deixar um comentário para eu saber que vc esteve aqui.... Pode ser anônimo mesmo.........

3 comentários:

  1. Meu caro Osmir! Você é mesmo um herói! Eu não enfrentaria uma prova como esta em hipótese alguma! Correr no plano já não é fácil, imagine num terreno tão acidentado. Parabéns pela disposição. Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Amâncio.
      Foi muito divertida mas teve alguns lugares perigosos que podia-se torcer o pé ou lesionar o tonoselo.

      Abraços
      Osmir

      Excluir
  2. Carlão Corre Todas CCT2 de dezembro de 2015 14:37

    Parabéns, Osmir!
    Atrasado em mais de 2 anos no comentário aqui mas parabéns.
    Estou vendo as fotos e esta é uma que ainda não fiz.
    Espero que esteja tudo bem aí com você, um bj na Damaris.
    Abraços

    ResponderExcluir